segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Homens das cavernas e caprichos da natureza

Toda a região da Capadócia, no coração da Turquia, é marcada por cânions e por formações rochosas parcialmente erodidas de formatos singulares. Essas formações são de pelo menos três tipos: as relativamente intocadas pelo homem e que compõem a paisagem ao longo dos vales e das estradas; as escavadas e habitadas séculos atrás pelos antigos povos da região, agora abertas como museus; e as escavadas mais recentemente, hoje utilizadas como moradias, lojas etc. Nesse momento, por exemplo, estou hospedado num quarto que é literalmente uma caverna na rocha.
Isso dá à Capadócia um ar pitoresco que é difícil de descrever. Caminho pela cidade e vejo as construções "normais" se misturarem às casas-cones-cavernas. Vou mais além e vejo cavernas que foram habitadas há séculos ou milênios atrás. A Capadócia chegou a ter uma grande comunidade cristã. Isso dá à região um outro atrativo interessantíssimo, que é sentir como os primeiros cristãos viviam, o que não é mais possível em Roma, por exemplo, onde a memória original foi suplantada por basílicas e templos grandiosos. Aqui as igrejas são simples capelas na rocha. Sem contar as cidades subterrâneas - totalmente debaixo da terra, capazes de abrigar milhares de pessoas e, segundo dizem, local onde se esconderam muitos dos cristãos na época em que eram perseguidos.
Só uma coisa poderia tornar todo esse cenário ainda mais inusitado: neve. E não é que nevou? Os campos e as formações rochosas ficaram impressionantes. Não, não consigo descrever mais; deixo-os com uma foto da paisagem.

2 comentários:

Colecionadora de Memórias disse...

me conta ai, qual é o sentimento/sensação que entra pelos olhos.

Renata Teixeira disse...

Que riqueza! Deve ser muito interessante essa mistura arquitetônica do atual com o muito muito antigo. Não me lembrava que você tinha dormido em um hotel caverna!!!!! Mas me lembro bem que por esse mesmo momento, hora irlandesa, eu recebia um lindo cartão de feliz aniversário, flores e bombons (e deixava toda uma moradia estudantil morrendo de inveja e felicidade - tudo junto!). "Gostava de reviver sua viagem para a Turquia, numa tarde com muitas fotos, contos e vinho"! <3