sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Eu estava lah!!!


Sim, eu vi a Maurren Maggi conquistar a medalha de ouro! E, pelo visto, quem estava atento tambem me viu, pela televisao! Bem, eu apareci pelo menos umas tres vezes no telao do estadio, entao imaginei que poderia ter aparecido na televisao - jah vi que sim!
Foi emocionante demais! Pode ser ateh que eu veja outra medalha de ouro do Brasil, no volei, mas nao vai se comparar a isso. Numa final de volei sao soh dois competidores, e o vencedor vai se desenhando ao longo da partida... Jah numa competicao de salto, ate o ultimo instante tudo pode mudar!
E eu estava pensando que paguei caro demais pelo ingresso... Bom, poderia realmente ter conseguido mais barato (os chineses sao mestres na arte de pechinchar, e em mandarim), mas valeu a pena!
Imaginem que, onde eu estava, eu era o unico brasileiro. Mas, quando as nossas atletas comecaram a saltar, eu comecei a agitar a bandeira, bater palmas e gritar - Baxi jiayou (Vamos, Brasil), incentivando os outros torcedores. Acabei fazendo com que um setor inteiro do estadio, pelo menos, torcesse junto comigo! Baxi jiayou! Baxi jiayou! Quando a medalha estava para ser decidida (antes do salto da russa), um chines ficou do meu lado com uma camera na mao, se apresentou como reporter da Panasonic (?!) e pediu para me filmar! Quando a russa saltou, eu vi que tinha sido um bom salto, ainda ficou aquele suspense ateh que aparecesse a marca dela no placar e eu pudesse gritar. E como gritei! Nessa hora, a torcida toda gritou comigo, uns me davam parabens e outros pediam para tirar foto comigo. Bem, se no jogo de futebol eu calculei que umas 20 pessoas quiseram tirar foto comigo, esta noite eu perdi a conta! Ateh que uma pessoa da seguranca do estadio veio ficar do meu lado, impedindo mais fotos, porque a fila de gente estava ficando grande e atrapalhando os espectadores... Voces conseguem imaginar isso?!
Bem, para finalizar, eu digo que eh muito emocionante estar do outro lado do mundo, longe de todos, e poder cantar o Hino Nacional entre milhares de pessoas. Isso me faz lembrar a minha terra, as pessoas que eu amo... Dah saudade, mas tambem muito orgulho e a certeza de que tudo isso esta valendo a pena.
Abracos, muitos abracos, zaijan!

11 comentários:

rejane disse...

Ah, gurizinho!!! Quanta emoção!!! Só de ler tuas palavras, consigo sentir um pouquinho do que tu deve ter sentido naquele momento e meus olhos enchem de lágrimas!! Parabéns!!!
Beijos!!!

jéssica disse...

Bah.. só uma coisa pra dizer: esse é meu irmão!!!!
O bom observador consegue te ver 3 vezes, uma durante a comemoraçao da Mauren, quando tu vai bem pra beira da arquibancada e abana a bandeira pra ela... Deve ter sido muuuuuito emocionante. Mas me faz pensar, ainda bem q eu nao fui, senao vai saber se ela teria conseguido com o meu pé frio...
Fiquei tao emocionada quando te vi q meus vizinhos devem ter pensado q sou maluca(comecei a gritar, vai entender).To com saudades, aproveita ai, amanha se Deus quiser vai ver outro ouro.
Bjssss

dilsonlira disse...

Até Vânia te viu.

rejane disse...

Ah!! Todo mundo te viu!!!
ÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊ Meu gurizão nas Olimpíadas!!! Vai dando mais pé quente por aí!!!
Beijos!!!

Anie disse...

Nós te vimos no SportTV...
Parabéns !!!!

Anita disse...

é isso aí!! eu te vi!!!! a sua carinha era de uma enorme felicidade!!!! não foi por acaso que eles fizeram fila pra tirar foto com vc!!!! Dá um orgulho danado!!!!!´Viva!!!!! bjs
ANITA

Eduardo Trindade disse...

Ateh a Vania? Hummm... Mas nao era horario de trabalho aih?...

PS: Obrigado a todos pelos comentarios! Fica dificil responder um por um, mas estou adorando, na volta vamos conversar!

lucy disse...

Ahhhh que lindo Edu!imagino a emoção!

Cecília SOUSA disse...

Que emocionante!

Renata Teixeira disse...

:-D

Juan Sebastian Ruiz Acero disse...

Que legal ler esta postagem agora que tem passado tão pouco do fim das Olimpiadas aquim no Brasil. Entendo tua emoção quando a brasileira ganhou o ouro e cantar o Himno do Brasil, para mim também foi muito emotivo cantar o Himno da Colômbia aquim no Brasil durante um evento. Mas contrario a ti, no evento que eu estou falando tinham muitos colombianos, imagino que o sentimento deve ser bem diferente quando não se tem compatriotas do teu lado.