quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Congonhas e seus profetas

Partindo de Ouro Preto, segui viagem de carro. No roteiro, Congonhas, Tiradentes, São João del Rey.
Primeira parada, Congonhas — não o famigerado aeroporto de São Paulo, claro, mas a cidade a meio caminho do roteiro histórico tradicional de Minas Gerais. Verdade que Congonhas não tem muitos atrativos quando comparada com outras cidades da região, mas já esperava por isto. Por outro lado, havia dois motivos que faziam com que a visita valesse a pena. Primeiro, a localização conveniente: era possível sair de Ouro Preto pela manhã e fazer lá uma parada estratégica, vendo o que há para ser visto, almoçando e seguindo caminho a tempo de alcançar Tiradentes antes do entardecer. Segundo, sem dúvida, os profetas de Aleijadinho, que são talvez a obra mais impressionante da arte barroca mineira.
Não vou me perder em explicações didáticas sobre as estátuas ou sobre a basílica; deixo isto para os guias especializados. Prefiro dividir com vocês as fotos: quem gosta de fotografia pode dedicar um bom tempo em Congonhas a explorar diferentes ângulos, texturas e efeitos em torno dos profetas de Aleijadinho. Quem não faz questão de fotografias, pode simplesmente admirar as estátuas enquanto se desliga da vida. E quem tem fome, como tive, pode apostar que vai encontrar em Congonhas uma boa mostra da inigualável cozinha mineira. Aventurei-me num restaurante ao lado do santuário, praticamente à vista dos profetas. Um casarão amplo em estilo colonial que, talvez pelo horário ou por ser meio de semana, estava quase vazio. Porém, acolhedor: enquanto a comida não vem, é fácil e gostoso conversar com os mineiríssimos donos do restaurante. Quando chega o prato, é difícil lembrar que a gula é um pecado: diante de comida tão abundante e tão saborosa, fartar-se só pode ser um grande prazer. Um dos tantos que se experimenta nestas estradas de Minas.

4 comentários:

nanda_sevenlifes disse...

Olá Eduardo! Como vai você?
Aqui é Fernanda do Provoc!!! Seu blog é mesmo muito legal, cheio de aventuras!
Mas vim passar aqui só pra desejar um felicíssimo 2011, cheio de saúde, paz e amor!!
Agora meus vestibulares já passaram, só estou na espera dos resultados. Dia 29 de janeiro sai a UFF, que é a que mais quero!
E você, muito trabalho lá?

Tudo de bom pra vc, toda sua família e um beijão pra todos da LPE!
Beijos!

Daíse disse...

Oiiiiiiiiiiiii!
Adorei o seu blog! Parabéns!!!
Se quiser conhecer o meu, é : www.espiculaderodinha.blogspot.com
Bjos!!!

Lívia Inácio disse...

muito legal vc mostrar isso!

beijinho***

Renata Teixeira disse...

Minha terra é muito linda mesmo! Nem tento fingir uma modéstia! Amo minha Minas Gerais! Pelos espaços, pela comida e pelo povo!!! Confesso que meu interesse por Congonhas sempre se limitou aos amigos que moravam lá (que na verdade tinham família que moravam lá) e pelas ecologia. O Parque da Cachoeira é lindo e acredito que (até) famoso. Mas as trilhas sem fama são fantásticas. Caminha-se horas no meio do mato e o prêmio é sempre válido! Lindo e refrescante!